Mulher fazendo alisamento quimico

O alisamento químico dos cabelos permite alterar radicalmente a imagem e livrar-se do estilo térmico diário que destrói a estrutura dos cachos. De fato, a tecnologia de alisamento é semelhante à permanente, mas o resultado é completamente oposto. 

Sob a ação de substâncias fixadoras especiais, os cachos se endireitam e podem ser lavados e modelados com segurança, sem medo de que se enrolem novamente com anéis.

A tecnologia de alisamento químico ajuda a lidar com cachos impertinentes e elimina a necessidade de uso regular de ferros e truques alisadores que danificam bastante os cabelos. 

Este procedimento permite obter um efeito duradouro e esquecer o problema com o penteado até que os cachos ondulados voltem a crescer. Aprenda como é realizado o alisamento químico, como é seguro o procedimento e se pode ser feito em casa, você aprenderá com o nosso artigo.

Alisamento químico do cabelo: o que é esse procedimento?

Alisamento químico ou permanente – um procedimento projetado especificamente para suavizar cabelos encaracolados. Não admira que a tecnologia seja chamada permanente, esta palavra significa que o resultado será a longo prazo e não exigirá manipulações adicionais com os cabelos. O mecanismo de ação baseia-se no uso de uma composição especial, bastante agressiva, que, após a aplicação em cachos, altera sua estrutura. Penetrando profundamente no eixo do cabelo, os componentes químicos quebram as ligações dissulfeto e fazem os cachos se endireitarem.

Antes e depois do alisamento quimico
Antes e depois do alisamento quimico

Atualmente, empresas bem conhecidas – fabricantes de produtos para os cabelos produzem uma grande variedade de alisadores suaves que proporcionam um efeito duradouro e, ao mesmo tempo, contêm componentes úteis que melhoram a condição dos cabelos e praticamente não os prejudicam. 

Recomenda-se que o alisamento químico seja realizado em um salão, pois um especialista experiente deve trabalhar com composições químicas. O uso inadequado de tais produtos em casa pode levar a consequências desagradáveis ​​(danos e perda de cabelo).

A composição e tipos de retificadores

Atualmente, três tipos de retificadores são usados ​​para o procedimento:

  • Produtos à base de hidróxido de sódio . Esta é a substância mais eficaz, mas também a mais agressiva. Destrói rapidamente a membrana de queratina que cobre cada cabelo e penetra na profundidade da camada interna. A substância altamente alcalina reage ativamente com a queratina e suaviza a haste capilar por dentro, alterando sua estrutura. Como resultado, até os cachos mais impertinentes e apertados ficam macios e retos. Esta ferramenta é frequentemente usada para alisar os cabelos após a permanente. A severidade do efeito depende em grande parte da concentração de hidróxido de sódio na droga. Quanto mais alto, mais duradouro e pronunciado é o resultado, mas o efeito negativo sobre os cabelos aumenta ao mesmo tempo muitas vezes.
  • Hidróxido de guanidina. Este é um retificador não alcalino , tem um efeito menos agressivo. O componente ativo é o resultado do metabolismo das proteínas, por isso não destrói a estrutura de queratina do cabelo. Seu mecanismo de ação é baseado na substituição de um tipo de proteína por outro. Ao mesmo tempo, o hidróxido de guanidina é considerado uma substância tóxica, seca os cabelos com muita força e, como resultado, eles se tornam quebradiços e sem vida. É possível queimaduras graves com o uso inadequado de produtos baseados neste componente. Se o procedimento para endireitar os cachos for realizado com hidróxido de guanidina, durante os cuidados subseqüentes com os cabelos, atenção especial deve ser dada à sua hidratação intensiva.
  • O tioglicolato de amônio é a ferramenta mais suave para o alinhamento químico dos cabelos. Retificadores baseados nele são os mais seguros, mas também mais caros. Esse componente pode ser encontrado em cosméticos de marcas famosas de alta qualidade. O mecanismo de ação da substância ativa é semelhante ao hidróxido de sódio, mas, ao contrário, funciona muito mais suavemente e não destrói a estrutura capilar durante a reação química. Use formulações com tioglicolato de amônio com cuidado, pois se entrar em contato com a pele, pode causar irritação severa e queimaduras químicas. As preparações com esse componente são usadas para alisar cabelos levemente encaracolados, com cachos firmes e rebeldes, que é improvável que essa ferramenta aguente.

O alisamento permanente dura bastante tempo. Em cabelos encaracolados – até 5 meses, quando alisar cabelos levemente encaracolados – 7-8 meses. À medida que o cabelo cresce novamente, é necessário realizar correções adicionais, o que ajudará a manter a forma do penteado em perfeitas condições.

 Os especialistas aconselham recorrer ao ajuste dois meses após o procedimento de alisamento, mas em geral tudo depende da velocidade do crescimento do cabelo. O procedimento de correção custará muito menos do que o alisamento inicial. 

Mulher com cabelos lisos
Mulher com cabelos lisos

Como é o procedimento no salão

O melhor alisamento químico é confiado a um especialista que selecionará uma composição de qualidade que corresponda ao seu tipo de cabelo e garanta a segurança do procedimento. Quais são as principais etapas para alisar os cabelos em um salão de beleza?

  1. Primeiro, o cabelo é completamente limpo de impurezas, secreções sebáceas e resíduos de produtos de cuidado com shampoos especiais. Em seguida, seque com um secador de cabelo.
  2. Em seguida, os cachos são divididos em fios separados e cada um deles é tratado com um alisador químico especial, selecionado de acordo com a estrutura do cabelo. A composição é deixada na cabeça por 20 minutos. Este tempo é suficiente para que os produtos químicos penetrem na estrutura do cabelo e os tornem obedientes e prontos para alisar.
  3. Após o tempo estipulado, toda a massa de cabelo é tratada com um spray protetor de calor, é dividida em mechas separadas e cada uma é passada com um revestimento cerâmico.
  4. Na fase final, o cabelo é tratado com uma composição de fixação e deixado até a completa absorção.

O procedimento de endireitamento é bastante demorado, cada estágio leva um certo tempo, pois requer precisão e processamento completo dos fios. Em média, a cabine terá que gastar até 8 horas.

Cabelo após alisamento químico

Como cuidar dos cabelos após o procedimento de alisamento permanente? Deve-se entender que durante o processamento com compostos alisadores, a estrutura capilar é quebrada e, para manter a saúde dos cabelos, cuidados subseqüentes são necessários. Mesmo que os produtos químicos mais seguros e mais leves tenham sido usados, o cabelo ainda está sob estresse; portanto, após o procedimento, você precisará usar agentes restauradores especiais. Máscaras hidratantes intensas e bálsamos cicatrizantes ajudarão a evitar ressecamento e fragilidade.

Cabelos quimicamente alisados
Cabelos quimicamente alisados

Após o procedimento, você não deve lavar o cabelo por três dias, puxá-lo com elásticos, usar grampos e grampos. Por 2 semanas, você precisa abandonar o estilo térmico usando um secador de cabelo ou um curling iron. Neste momento, não use chapéus ou outros chapéus e tente o menos possível sob a luz direta do sol.

Você precisa lavar o cabelo com shampoos profissionais especiais, com o efeito de restaurar os cabelos alisados. É útil tomar complexos multivitamínicos que garantam a saturação dos folículos capilares com nutrientes, vitaminas e oligoelementos.

Após o alisamento, você precisa pentear o cabelo com um pente de dentes raros, feito de materiais naturais ou com uma escova macia. Além das máscaras nutritivas e regeneradoras regulares, é útil enxaguar o cabelo com decocções de ervas medicinais, usar capas de óleo ou um procedimento de aromaterapia.

Contra-indicações

Como a composição dos produtos usados ​​para alisar os cabelos inclui produtos químicos bastante agressivos e tóxicos, existem várias limitações ao procedimento. O alisamento permanente é contra-indicado nos seguintes casos:

  • Doenças associadas a distúrbios metabólicos;
  • O período de gravidez e amamentação;
  • Pressão alta (hipertensão);
  • Doenças do sistema cardiovascular;
  • Hipersensibilidade e intolerância individual aos componentes do medicamento para alisamento dos cabelos;
  • Anormalidades mentais, neurose;
  • Doenças oncológicas;
  • Seborréia ou doenças fúngicas do couro cabeludo;
  • Danos à pele (feridas, arranhões ou abrasões).

Se pelo menos um desses fatores estiver presente, o alisamento permanente dos cabelos não é possível; caso contrário, isso ameaça reações imprevisíveis. Entre as complicações indesejáveis ​​estão reações alérgicas, irritação do couro cabeludo, exacerbação de doenças crônicas de órgãos internos.

Mulher lavando o cabelo
Mulher lavando o cabelo

Durante o procedimento, é muito importante escolher um alisador de acordo com o tipo e a estrutura do cabelo. Se a composição for selecionada corretamente, mesmo os cabelos mais duros e encaracolados se tornarão obedientes, macios e se encaixam bem. Mas se você usar alisadores que não combinam com a estrutura do cabelo e permitem erros durante o procedimento, o resultado pode desapontá-lo. Os cachos se tornam quebradiços, secos e sem vida, ficam sem brilho e até começam a cair. Nesses casos, para restaurar a saúde dos cabelos, você precisa se submeter a um tratamento.

Prós e contras do alisamento químico

Os benefícios do alisamento permanente dos cabelos incluem o seguinte:

  1. O cabelo parece perfeitamente liso e uniforme; é fácil pentear, lavar e pentear o cabelo;
  2. Não há necessidade de uso regular de placas, ferros ou secadores de cabelo, que tenham um efeito destrutivo na estrutura capilar;
  3. Em qualquer clima (ventoso, chuvoso, ensolarado), o penteado mantém sua forma e parece perfeito;
  4. A composição dos alisadores de alta qualidade inclui componentes nutricionais e de cuidado que afetam favoravelmente os cabelos e os mantêm em boas condições;
  5. O efeito de um procedimento permanente dura para sempre. Portanto, o ajuste deve ser feito somente após 3-5 meses. Nesse caso, apenas as áreas cobertas de vegetação são expostas, pois os fios previamente endireitados ainda permanecem lisos e uniformes.

Desvantagens:

  1. A duração do procedimento. Uma sessão de alisamento de cabelo leva muito tempo (de 7 a 9 horas), e passar um dia inteiro no salão é bastante difícil.
  2. A necessidade de ajuste. Como o crescimento do cabelo precisa ser corrigido, caso contrário, os fios nas raízes serão ondulados e, nas extremidades – retos e o penteado perderá a forma.
  3. Os produtos químicos alisadores contêm substâncias tóxicas que, se mal utilizadas, podem danificar seriamente os cabelos.

Dados todos os prós e contras do procedimento, você pode fazer uma escolha informada e entender se essa tecnologia é adequada para você ou não. Os especialistas recomendam fazer o primeiro procedimento na cabine. Um profissional selecionará o tipo de alisador para o cabelo que será o mais eficaz e cuidará da segurança e da qualidade do alisamento permanente. No cabeleireiro, você sempre pode obter conselhos sobre outros cuidados com os cabelos e esclarecer a possibilidade de realizar o procedimento em casa.

Mulher mostrando o cabelo
Mulher mostrando o cabelo

Alisamento químico em casa

Os especialistas alertam que o alisamento permanente dos cabelos em casa só pode ser feito se você tiver experiência e um certo talento ao trabalhar com produtos químicos. Deve-se entender que o uso inadequado de um alisador pode resultar em queimadura e irritação do couro cabeludo e provocar danos e perda de cabelo.

Portanto, se você decidir executar o procedimento em casa, precisará de:

  1. Shampoo especial para limpeza profunda;
  2. A composição química é um retificador;
  3. Spray térmico ou creme;
  4. Neutralizador com ação de travamento;
  5. Presilhas;
  6. Máscara protetora, luvas;
  7. Penteie com dentes raros;
  8. Vestido;
  9. Secador de cabelo com vários modos;
  10. Ferro revestido a cerâmica.

Para um procedimento doméstico, é importante escolher um agente de alisamento seguro e de qualidade. Todas as marcas de cosméticos conhecidas agora produzem produtos adequados para cachos de alisamento doméstico. Eles têm a composição mais segura e suave. Você precisa comprar esses fundos em lojas especializadas, eles são muito caros, mas você não deve economizar em sua saúde, especialmente se você comprar produtos duvidosos a um preço baixo.

Entre os produtos populares destinados ao alisamento doméstico, vale a pena prestar atenção aos produtos da Schwarzkopf, Zimberland, ConstantDelight, RioBottox.

Antes de executar o procedimento em casa, consulte um especialista para que ele avalie a condição do cabelo e aconselhe uma composição adequada para uso doméstico. No futuro, siga rigorosamente as instruções e siga as regras do procedimento.

Cabelo forte ao sol
Cabelo forte ao sol

Se seu cabelo estiver fraco, seco ou se você tiver feito uma permanente, é melhor recusar-se a executar o procedimento você mesmo. Você não deve endireitar permanentemente se tiver uma tendência a reações alérgicas ou se houver problemas com o couro cabeludo (seborreia, micoses). A composição química não deve ser mantida por mais tempo que o indicado nas instruções para o medicamento. Se aparecer prurido ou queimação após a aplicação da composição química, lave a preparação imediatamente e lave o cabelo várias vezes com água corrente.

O procedimento em casa consiste nas mesmas etapas do salão. Após a limpeza completa dos cabelos com um xampu especial, eles são levemente secos, penteados, divididos em mechas e é aplicada uma composição alisadora. Mantenha um alisador de cabelo por um certo tempo especificado nas instruções. Em seguida, aplique um spray protetor de calor e endireite os fios com um ferro e um pente. Na fase final, o cabelo é tratado com um neutralizador e um soro regenerador especial.

As críticas sobre o alisamento químico são muito diferentes. Com um procedimento de qualidade, o resultado supera as expectativas e o cabelo fica satisfeito com suavidade, brilho vivo e aparência bonita. Mas há outras opiniões. Nessas avaliações, as mulheres dizem que o cabelo do estágio é quebradiço, opaco e seco, rapidamente se suja e parece despenteado. Mas esse resultado geralmente é o resultado de uma seleção incorreta da composição e conduta não profissional do procedimento.

Custo de alisamento permanente

O preço do alisamento químico depende, em grande parte, da habilidade do capitão, do comprimento e estrutura do cabelo e da qualidade da composição utilizada. A faixa de preço é bastante grande. Assim, nas regiões, o custo de um procedimento para cabelos curtos pode ser de 3.000 rublos, enquanto nos salões de beleza da capital, uma sessão de alisamento permanente custa de 15 a 18.000.

Qual procedimento você prefere – salão ou casa, você decide. Mas vale a pena entender que as composições para alisar os cabelos em casa também não são baratas. Mas eles são suficientes para vários tratamentos, portanto, no final, os cuidados com os cabelos custarão muito mais barato.

Fontes:

Loreal Paris USA
Humblee and Me
The Every Girl
Glamour

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *